Como escolher a tinta para a pintura de áreas externas

Pensando em dar uma renovada no visual do seu lar? Pintar as paredes externas pode ser a solução para deixar sua casa mais bonita, com aspecto de limpeza e ainda impressionar a vizinhança. Mas para que a pintura tenha o efeito desejado, é preciso tomar alguns cuidados na escolha da tinta, cor e aplicação. Confira as dicas do post de hoje para acertar em cheio.

 

Qual tipo de tinta ideal?

Quando você sair às compras, vai encontrar uma infinidade de tipos de tintas, cada uma com finalidades e qualidades diferentes. Confira quais são as opções e suas vantagens:

– Tinta cal

A tinta cal é muito utilizada devido ao baixo custo e facilidade de aplicação. Outra vantagem dessa tinta é que as paredes não precisam estar em perfeito estado para serem pintadas. Por ter uma textura grossa, a cal consegue disfarçar imperfeições.

– Acrílica

Solúvel em água e parecida com a tinta látex, é indicada para pinturas internas e externas devido a sua alta impermeabilidade. Possuem três diferentes acabamentos.

Fosco: possui menor resistência à limpeza, porém disfarça pequenas imperfeições da parede.

Semi-brilho: acabamento mais resistente à limpeza do que a opção fosca. No entanto, por causa do brilho, destaca imperfeições maiores.

Acetinada: essa opção oferece um efeito final mais fino e sofisticado, com pouco brilho e grande resistência a limpeza, mas também destaca imperfeições presentes nas paredes.

– Emborrachadas

Indicadas para pinturas externas, as tintas emborrachadas possuem acabamento fosco e são capazes de cobrir trincas e pequenas fissuras por meio de uma película elástica que acompanha o movimento das paredes. São resistentes a ação da chuva e do sol, prevenindo o aparecimento de mofo, descascamento da parede e desbotamento da cor.

Como escolher as cores?

A escolha das cores costuma ser de acordo com o gosto pessoal dos moradores da casa, mas se estiverem em dúvida, vale a pena fazer uma pesquisa. Caminhe pelas ruas do seu bairro e veja quais cores das casas mais lhe agradam, o que mais está sendo usado e as combinações de tonalidades. Procure também mesclar a cor das paredes com os acabamentos das janelas, portas e portões. É comum encontrarmos em ambientes externos aplicações em pedras, madeiras e tijolos que não serão pintados, então verifique se a cor escolhida não entrará em conflito com esses materiais.

Faça uma visita a uma casa de tintas e pegue alguns cartões de amostra de cores de tintas. Esses cartões também costumam apresentar combinações prontas, que podem ajudar muito na escolha da nova cor da sua casa.

O que preciso fazer antes de começar a pintar?

Antes de iniciar a pintura é importante verificar o estado das paredes, afinal é isso que irá garantir a durabilidade da tinta. Pode ser preciso realizar alguns reparos, como consertos de rachaduras ou áreas em que o reboco está solto. Caso seja necessário, realize a aplicação de massa corrida para corrigir pequenas imperfeições e, antes de aplicar a tinta, faça o uso de um selador. Esse produto deixa a superfície uniforme, evitando manchas na cor que será aplicada, reduzindo o consumo de tinta e aumentando a durabilidade da mesma.

No Comments

Post A Comment